Swakopmund – o litoral da Namíbia

Swakopmund (14)
Palavra que causa estranheza quando vista pela primeira vez, acaba sempre exigindo uma segunda leitura para buscar a pronúncia correta; “Suakopmund”, quer dizer em alemão “delta do Swakop”, o delta do rio Swakop. Esta cidade litorânea, a segunda mais populosa do país, foi fundada por colonizadores em 1892, sendo então o principal porto alemão nesta região da África. Era por lá que chegavam mercadorias e passageiros, que depois embarcavam no trem que fazia a conexão com Windhoek, atual capital da Namíbia.

Velhos dormentes da estrada de ferro que ligava Swakopmund a Windhoek.
Velhos dormentes da estrada de ferro que ligava Swakopmund a Windhoek. (foto Marco AR Guimarães).

Se você for tele transportado (!) para Swakopmund pode achar que foi parar na Alemanha tal e a quantidade de construções em estilo germânico. Antigas construções como o atual museu militar são belos exemplares que valem a visita.

A área central da simpática Swakopmund.
A área central da simpática Swakopmund. (foto Marco AR Guimarães).
Swakopmund
Bons restaurantes, livrarias e cafés.

A cidade não abriga mais o porto, que foi remanejado para Walvis Bay ao sul, sendo hoje um simpático balneário que fica lotado de visitantes da própria Namíbia nos meses de férias escolares no verão. A cidade é um oásis para quem sobe do sul em direção às atrações no norte do país e para quem chega de lá, a caminho das super dunas do Deserto Namib. Nossas viagens sempre incluem uma parada na cidade, de onde nossos clientes podem visitar atrações como o aquário municipal e museus, com destaque para o Museu dos Cristais e sua incrível coleção contando a história geológica da Namíbia.

O Museu dos Cristais
O Museu dos Cristais
O Museu dos Cristais, onde você pode comprar jóias!
O Museu dos Cristais, onde você pode comprar jóias!

Não podemos deixar de citar os passeios de quad e camelo pelas dunas que rodeiam a cidade, fazer tour de barco ou sobrevoar a famosa Costa do Esqueleto em aviões.

Swakopmund
Briefing para a aventura de Quad.
Quad, emoção garantida nas dunas de Swakopmund.
Quad, emoção garantida nas dunas de Swakopmund. (foto Marco AR Guimarães).

A culinária é rica em opções da comida alemã e é onde podemos degustar o melhor joelho de porco da viagem toda. Se você caminhar pelas ruas centrais poderá encontrar também restaurante com comida indiana, uma delícia!

O Sol de despede da África
O Sol de despede da África (foto Marco AR Guimarães)

Sentar na orla do Atlântico e curtir o por do sol é um momento de descanso muito especial, quando sabemos que nosso lindo Brasil está lá a 6.500 km, do outro lado do oceano, iniciando o dia enquanto o astro rei desaparece no horizonte da África.

Fique por dentro do calendário de expedições na África em www.africa4x4.com.br

Artigo de: João Roberto Gaiotto

Fotos: África 4×4 e Marco A. R. Guimarães

#africa #africa4x4 #safari #safari4x4 #aventura4x4 #aventurasegura #família #expedição #namibia #Botswana #Kalahari #selfdrive #offroad #deserto #savana #elefante #Etosha #Okavango #swakopmund

El Calafate

ElCalafate_001

Conforme a opção de roteiro nossa Aventura Austral pode ter início em El Calafate, nome da cidade situada ao lado do lago Argentino, herdado de uma bela flor desta região patagônica.

ElCalafate_002Repleta de boas lojas para atender os turistas, seu povo simpático está sempre disposto a ajudar com dicas e informações sobre a cidade e a região. Visitar a cidade pede também uma tranquila caminhada pela Avenida Libertadores, com seus bons restaurantes, cafés, lojas de chocolate e artesanatos!
El Calafate é a porta de entrada para quem explora a região dos Glaciares de Perito Moreno e El Chaltén.

Você precisa conhecer esta linda região, confira o calendário de nossas aventuras no site da África 4×4 Expedições.

#argentina #africa4x4 #chile #patagonia4x4 #aventura4x4 #aventurasegura #família #expedição #terradofogo #cordilheira #patagonia #selfdrive #offroad #deserto #torresdelpaine #milodon #glaciares #elcalafate #ushuaia #peritomoreno

O leões do Etosha

Leoes_Etosha_set2015-5

Terminamos mais um safari no Etosha, esta é minha nona expedição na Namíbia e desta vez batemos um recorde pela referência das outras visitas será muito difícil de superar. Encontrar leões no parque é o desejo de onze de cada dez pessoas que temos o prazer de trazer para cá, encontrá-los é sempre uma questão de sorte e oportunidade. Desta vez conseguimos em apenas um dia encontrar leões em quatro locais, fazendo os demais turistas babarem quando comentávamos no jantar.  Leoes_Etosha_set2015-6 Leoes_Etosha_set2015-7 Leoes_Etosha_set2015-8
O ponto máximo foi alcançar um dos bebedouros e ver um grupo de girafas serem cercadas por três fêmeas e dois machos, um deles garantindo que nenhuma delas chegaria até a água.

Leoes_Etosha_set2015-3 Leoes_Etosha_set2015-1Leoes_Etosha_set2015-2

Foram espertas, deram a volta e continuaram com sede. Seguem as fotos. Vamos torcer para que os próximos grupos tenham a mesma sorte e os leões colaborem! (texto copiado de nosso perfil no Facebook).

#africa #africa4x4 #safari #safari4x4 #aventura4x4 #aventurasegura #família #expedição #namibia #Botswana #Kalahari #selfdrive #offroad #deserto #savana #leao #leões #leao #bigfive #Etosha

O Brandberg

Brandberg-1Em nosso safari pela Namíbia visitamos o imponente Brandberg, montanha sagrada dos povos nativos, que se situa na área central do país. Rodeado de trilhas de cascalho e areia, o monte se destaca ao longe, quando viajamos pelo deserto e podemos notar sua silhueta a quilômetros de distância.
É considerada a maior montanha da Namíbia, com 2606 metros acima do nível do mar.Brandberg-01

Outrora um vulcão, há milhões de anos, o Brandberg hoje é um maciço de rochas que guarda milhares de pinturas rupestres espalhadas pelos seus caminhos estreitos  em direção ao coração da montanha.


O mais famoso sítio arqueológico é o White Lady Paint, que concentra pinturas com idade de 4.000 a 8.000 anos. É espetacular observar a arte deixada na rocha há tanto tempo e com tanta riqueza de detalhes.Brandberg-3

Apesar do nome da pintura se referir a uma mulher, a Dama Branca, o que temos mesmo é um homem muito bem retratado, se é que me entende (!), em trajes e armas de guerra. Dar o nome da pintura para uma mulher foi uma estratégia para promover melhor o lugar.

Fotos: África 4×4 e Thomas A. Hecke

#africa #africa4x4 #safari #safari4x4 #aventura4x4 #aventurasegura #família #expedição #namibia #palmwag #Kalahari #selfdrive #offroad #deserto #savana #brandberg #Etosha

A Mão Inglesa

O lado direto fica para o passageiro e suas tralhas.
O lado direto fica para o passageiro e suas tralhas.

A África do Sul, Botswana e Namíbia utilizam a mão inglesa, o motorista da vez precisa sentar do lado direito e a primeira impressão é sempre de estranheza. Tudo fica ao contrário, as alavancas de seta, faróis e também a alavanca do câmbio que precisa ser manuseada com a mão esquerda. Além de tudo isto o trânsito parece acontecer na contra-mão a viagem toda!

Apesar de dirigir a picape já há alguns anos também estranho quando começo uma nova viagem. Depois de alguns quilometros os sentidos se ajustam de novo e não há problema, mas sempre acontecem coisas engraçadas com os participantes e todos se divertem.
Quem tem carro automático precisa reaprender a usar embreagem e trocar marcha, só que com a mão esquerda. Quando sentamos no banco do motorista invariavelmente levamos a mão direita para a alavanca de marchas, mas ela encontra a porta ou o vidro fechado da janela. Damos uma pancada com a mão e é claro que quem viu se diverte.
Se precisar dar um sinal de luz, a mão acostumada com a chave no lado direito aciona o esguicho de água do limpador de para-brisa e se precisar mesmo limpar o vidro a alavanca que é acionada toca a buzina.

Namibia2012_Etosha_TAH
Picape Hilux com mão inglesa.

Este é o lado divertido para todo o grupo, mas há algo super importante que não pode ser menosprezado, senso de posicionamento da picape na estrada. É necessário aprender a posição do veículo em relação à via, pois colocado muito para a esquerda levará os pneus para buracos, pedras e o barranco. Dependendo do que se encontra pela frente pode causar danos nos pneus. Se houver excesso de zelo e levar muito a picape para a direita ficará no centro da via e muito próximo dos outros carros que vem em sentido contrário.

Até hoje nunca tivemos qualquer problema, os motoristas se acostumam com as novidades e o safari acontece normalmente.
Mas, ainda fica estranho para nós quando vemos um carro parado no semáforo com apenas o motorista, alguém sempre acaba perguntando; cadê o motorista? Aquele carro só tem o passageiro!
Bem, vamos em frente.

#africa #africa4x4 #safari #safari4x4 #aventura4x4 #aventurasegura #família #expedição #namibia #palmwag #kalahari #selfdrive #offroad #deserto #savana #sussusvlei #dunas #duna45